A Profissão de Corretor de Imóveis é Matéria em Rádio do TST!

As reuniões em Brasília entre o COFECI, CRECI’S, políticos e Governo já estão rendendo frutos, para o segmento imobiliário!!

Por ocasião do lançamento da Agenda Legislativa 2019, o Presidente João Teodoro e outros membros do COFECI e Presidentes dos CRECI’S , da mesma forma que vêm fazendo há muito tempo, prestaram muitos esclarecimentos para políticos, como a Deputada Joice Hasselman e muitos outros, sobre as dificuldades enfrentadas pelos corretores de imóveis e os caminhos que poderiam ser abertos pelo Governo, para fortalecer e consolidar o exercício da profissão. Já aconteceu de muitos políticos aprovarem ações que foram barradas pelo Presidente da República, assim, como, já aconteceu de políticos não terem levado adiante solicitações do setor imobiliário.

O Tribunal Superior do Trabalho através de seu programa de rádio “Trabalho e Justiça” que vai ao ar, na Rádio Justiça, de segunda a sexta, às 11h50 hs., divulgou uma matéria especial, em seu site (http://www.tst.jus.br/radio-outras-noticias/-/asset_publisher/0H7n/content/reportagem-especial-corretor?inheritRedirect=true) super positiva, sobre a profissão de Corretor de Imóveis.

Com uma mensagem de Confiança, Credibilidade e Segurança, o conteúdo da matéria ratifica a importância da contratação deste profissional, no momento da compra da casa própria. A matéria contém depoimento do Presidente do Conselho Federal – COFECI, João Teodoro e matérias espontâneas de clientes compradoras de imóvel.

Leia a transcrição da matéria de rádio abaixo ou ouça o áudio e comprove.

Trabalho e Justiça – Rádio Justiça – Brasília – 104,7 FM

O local não importa. Seja no campo, na cidade ou de frente para o mar, muita gente sonha em conquistar o cantinho próprio. Antes de conseguir comprar uma casa, apartamento ou um terreno para a construção do novo lar, é preciso pesquisar bem para não ter dor de cabeça no futuro.

E o profissional habilitado para auxiliar em todos os momentos que antecedem a compra de um imóvel é o corretor. O objetivo é conseguir bons negócios e se destacar no mercado imobiliário. E de acordo com especialistas, o setor vem apresentando um bom desempenho e deve crescer este ano.

Na Reportagem Especial de hoje a gente vai explicar o que a legislação estabelece sobre a profissão do corretor de imóveis. Será que ele pode trabalhar com carteira assinada ou apenas de forma autônoma? É preciso ter algum certificado pra se tornar corretor?

Leia abaixo a transcrição da reportagem:

REPÓRTER – O momento exato em que uma pessoa consegue adquirir a casa própria pode ficar guardado na memória por um bom tempo. A professora Laís Boas afirma que sempre se emociona ao lembrar do recebimento da escritura. Ela conta que foram anos de muito trabalho até finalmente conseguir se livrar do aluguel. Mas antes de achar a moradia ideal, Laís teve a ajuda de um especialista no setor imobiliário: o corretor.

Laís Boas – professora
“O trabalho do corretor ele foi muito importante durante todo o processo, desde a indicação, ele me ajudou a escolher o apartamento de acordo com o meu perfil buscando aquilo que fosse mais ideal pra mim, e me acompanhou durante todo o processo e assim eu me senti mais segura.”

REPÓRTER – Quem também passou por essa emoção recentemente foi a dona DE CASA Maria das Dores.

Maria das Dores Nunes – dona de casa
“A sensação de comprar nosso primeiro imóvel foi muito bom. A gente tinha acabado de alugar nosso cantinho pra mudar e a gente tava com intenção de comprar um imóvel. Aí foi o que aconteceu: assim que a gente olhou pra alugar o imóvel o nosso corretor foi e ligou pra gente falando desse empreendimento.”

REPÓRTER – Nos dois casos quem prestou o serviço de corretagem foi o Fábio Farias. Ele trabalha no ramo imobiliário há pouco mais de quatro anos. E foi justamente nesse período que houve aumento considerável desses profissionais no Brasil: 23% entre 2013 e 2017. De acordo com a Federação Nacional dos Corretores de Imóveis, o número passou de 284 mil para 350 mil. E o dia a dia do profissional é movimentado…

Fábio Farias – corretor de imóveis
“A rotina de um corretor de imóveis varia muito entre plantões, visitas, trabalhos externos, muita ligação. Exige muita dedicação, porque as vezes a gente tem ate que abdicar de tá em um momento entre família, no lazer, porque, por estar no meio, entre os plantões, né?”

REPÓRTER – Atualmente, Fábio trabalha em uma construtora. Ele presta serviço exclusivo para a empresa e além do salário fixo e os benefícios assegurados pela CLT, o profissional recebe comissão pelas vendas.  A remuneração foi um dos motivos que levou o Fábio a se dedicar ao ofício.

Fábio Farias – corretor de imóveis
“Eu cansei de rotina de trabalho, entre quatro paredes, eu já trabalhei em escritório de contabilidade como representante comercial e chegava um certo ganho que ele estagnava ali. Eu senti vontade de coisas novas, conquistar coisas diferentes e ser corretor a rotina é bem diferenciada.”

REPÓRTER – O presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis, João Teodoro da Silva, esclarece que boa parte dos corretores do Brasil desenvolvem as atividades como profissionais liberais. Ele explica como deve ser a relação empregatícia dos que exercem a profissão regidos pela Consolidação das Leis do Trabaho.

João Teodoro da Silva – presidente do COFECI
“Se ele for contratado com carteira de trabalho e na forma da CLT aí ele vai ter que fazer um ajuste com sua empregadora, seja com a construtora, seja incorporadora, seja imobiliária e provavelmente ele vai ter um salário fixo. Geralmente, nesses casos, se estabelece um salário mínimo e aí o resto depende da produtividade dele.”

REPÓRTER – A lei 6.530 de 1978 regulamenta a profissão do corretor de imóveis no país. De acordo com o artigo 2º,  o exercício da profissão é permitido aos que possuem o título de Técnico em Transações Imobiliárias. Ou seja, é preciso se especializar antes de se tornar um corretor, como afirma João Teodoro da Silva, presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis, o COFECI.

João Teodoro da Silva – presidente do COFECI
“Nós temos o grande privilégio de ter aqui no Brasil como uma organização profissional que é única, que nós não encontramos em nenhum outro lugar do mundo. Sim, é preciso um curso de formação, nós temos as duas condições, você pode fazer um curso de formação pós-médio, ou seja, segundo grau, né?  Ou pode fazer um curso de nível superior também que é o curso de tecnólogo e gestão de negócios imobiliários.”

REPÓRTER – A lei 13.097 de 2015 prevê que o corretor de imóveis pode associar-se a uma ou mais imobiliárias, mantendo a autonomia profissional, sem qualquer outro vínculo, inclusive empregatício e previdenciário. Isso mediante contrato de associação específico, registrado no Sindicato dos Corretores de Imóveis ou, onde não houver sindicato instalado, registrado nas delegacias da Federação Nacional de Corretores de Imóveis.

E para obter sucesso, o profissional deve ser muito dedicado e manter sempre um bom relacionamento com os clientes. Afinal, é o corretor de imóveis, que de certa forma, faz parte da concretização do sonho de muita gente. E para o Fábio Farias, o corretor que apresentamos no começo da reportagem, ter a oportunidade de fazer os outros felizes é o que o motiva diariamente.

Fábio Farias – corretor de imóveis
“É essa a profissão que eu escolhi, no começo eu entrei nela como uma aventura, mas quando eu vi os clientes recebendo  os seus imóveis, aquele ar de realização, aquele agradecimento deles, isso me fez me sentir realizado na profissão.”

Reportagem: Anderson Conrado
Locução: Talia Santos

O programa Trabalho e Justiça vai ao ar na Rádio Justiça de segunda a sexta, às 11h50.
Trabalho e Justiça
Rádio Justiça – Brasília – 104,7 FM

Fernanda Fernandes

Assessoria de Comunicação

CRECI BAHIA

 

SENADORES E DEPUTADOS RECEBEM AGENDA PARLAMENTAR DOS CORRETORES DE IMÓVEIS, EM BRASÍLIA

À frente da organização do setor imobiliário no Brasil, o Sistema Cofeci-Creci apresentou, em Brasília, a síntese dos principais projetos de interesse do setor, que tramitam no Congresso Nacional. A relação das propostas está compilada na sétima edição da Agenda Legislativa do Corretor de Imóveis, publicação anual entregue a parlamentares, para que conheçam, e principalmente apoiem, os pleitos do segmento. Lançada em solenidade na quarta-feira, dia 24 de abril, a publicação foi entregue em mãos, pelas lideranças do Sistema Cofeci-Creci, a cerca de 40 deputados e senadores que prestigiaram pessoalmente a cerimônia. Entre as presenças, a líder do governo no Congresso Nacional, deputada Joice Hasselman, do PSL, que foi a deputada federal mais votada do Brasil, com 1.064.047 votos.

“Nosso objetivo é fortalecer a interação com os poderes constituídos, para avançarmos juntos na melhoria do nosso setor, da economia e do Brasil. Os parlamentares se comprometeram a serem aliados da nossa categoria”, afirma o presidente do Sistema Cofeci-Creci, João Teodoro da Silva, que presidiu a solenidade. Ao todo, a Agenda reúne 54 Projetos de Lei que tramitam no Parlamento brasileiro. . Entre os temas mais relevantes estão: regime tributário para os profissionais imobiliários, regras para financiamentos de imóveis, redução de carência para uso do FGTS e valorização da profissão de corretor de imóveis.

A publicação resulta de uma ampla pesquisa feita na Câmara e no Senado, para identificar os projetos em tramitação que afetam os corretores de imóveis e o mercado imobiliário. Após o levantamento, o Sistema Cofeci-Creci analisa cada proposta e assume uma posição, que é externada e justificada na Agenda Legislativa. Cada proposta vem acompanhada do posicionamento favorável, desfavorável e com ressalvas. Assim, os parlamentares ficam sabendo qual a opinião do segmento antes de tomar suas decisões. Em articulação junto a senadores e deputados, as lideranças do Sistema Cofeci-Creci defendem os pontos de vista da categoria e procuram influenciar as escolhas que irão promover os avanços e melhorias no setor imobiliário.

“Posso testemunhar os esforços da categoria nos últimos anos, empreendidos pelo Sistema Cofeci-Creci”, comentou o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), um aliado do setor imobiliário. “Estou aqui para reafirmar meu compromisso com a categoria, pois quanto mais qualificado, mais atuante e quanto mais segurança, melhor para a sociedade, e é esse nosso papel, representar a sociedade no Congresso Nacional”, enfatizou o senador.

FRENTE PARLAMENTAR DO MERCADO IMOBILIÁRIO – Além do lançamento da Agenda Legislativa, a solenidade da última quarta-feira marcou o lançamento da Frente Parlamentar do Mercado Imobiliário para a atual legislatura. O deputado federal Laércio Oliveira (PP-SE) irá presidir o grupo, formado por deputados e senadores que têm afinidades com o…setor e que, ao integrara a Frente, se comprometem a atuar com ênfase em prol dessa área da economia.

Na prática, a Frente Parlamentar busca aprimorar a legislação, manter as conquistas já alcançadas e valorizar os profissionais que já atuam na área. É uma força moderadora na interlocução com distintos públicos. Até 2018, haviam cerca de 234 deputados e senadores integrando essa Frente – número expressivo, equivalente a mais de 1/3 de todo o Congresso Nacional.

CRECI-BA – Presidente Samuel Arthur Prado
“Esse é um evento muito importante para toda categoria, afinal estamos passando por um momento que precisamos de um grande apoio. Apesar de todos os movimentos que tem acontecido, a verdade é que os conselhos existem para defender a sociedade como um todo. É importante que os Conselhos selecionem os projetos de maior interesse para que assim possam realizar uma maior com suas bases”.                   Matéria publicada pela Engenho Comunicação.

 

 

Compartilhar / Imprimir

Postado no dia 14/05/2019

CRECI BAHIA - 9ª REGIÃO

  • Av. Dom João VI, 289, Brotas, Salvador/BA
  • Funcionamento: Seg. a Sex. das 09h às 17h
  • (71)3444-1450
  • creciba@creciba.gov.br
  • CNPJ: 15.245.848/0001-58

Nossa Localização

Siga-nos nas Redes Sociais

Template desenvolvido por Natan Santos.